A parede de drywall e as 6 vantagens que você precisa saber

A técnica de drywall – com uso de gesso na construção de estruturas, ao invés de tijolos – surgiu em 1898 nos Estados Unidos, revolucionando a construção civil do país ao unir eficiência, economia de tempo e materiais simples. A partir de lá, os processos evoluíram com tecnologia ao longo dos anos, apresentando uma solução arquitetônica mais barata e inteligente. Não é à toa que, hoje, cada vez mais pessoas estão conhecendo um jeito mais prático de construir paredes, com a parede de drywall.

Do inglês “parede seca”, o drywall é um sistema de construção a seco, baseado em painéis (ou chapas) de gesso natural revestido com papel cartão em ambos os lados. Para agregar eficiência acústica, térmica e resistência ao fogo, o espaço entre as faces pode ser preenchido com enchimentos específicas, como lã de rocha ou lã de vidro.

E por ser um material industrializado que dispensa o uso de argamassa, concreto e cimento, ele vai pronto direto para a construção, permitindo uma obra mais limpa. Aqui, no Brasil, o drywall chegou na década de 1970 e desde então vem ganhando bastante espaço em construções de todos os portes.

Quer saber mais vantagens da parede de drywall na sua construção ou reforma? Então acompanhe os tópicos a seguir:

 

1. Na luta parede de drywall vs. alvenaria, a primeira ganha de nocaute

 

Pensando primeiramente em obra, o drywall já leva vantagem na economia. Chenya Sacramento, nossa engenheira e responsável pelo Home Residence, frisa que pesquisas apontam o sistema como responsável por reduzir em torno de 10% os custos.

Isso porque, como ele é quantificado de forma fácil a partir do projeto arquitetônico, seu uso passa a ser muito mais racional, o que evita desperdício e gastos a mais. Como dissemos anteriormente, a execução na obra é muito limpa, também garantindo menos remoção de entulho. Além disso, os resíduos do drywall são 100% recicláveis.

 

2. Pode instalar e pendurar objetos no drywall normalmente

 

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, isso é totalmente possível. Hora de derrubar o mito: em boas condições de execução, a parede de drywall pode receber TV, ar-condicionado tipo split e até móveis embutidos com, no máximo, 60kg/m².

Caso o móvel seja mais pesado, você pode executar um reforço na estrutura metálica do sistema que suporte a carga, como uma placa de madeira ou chapa de metal.

Mas atenção para um detalhe: geralmente, recomenda-se o uso de bucha de fixação específica para objetos de até 10kg. Já para objetos entre 10kg e 40kg, devem ser utilizadas buchas fixadas nos montantes.

 

Leia também: A decoração industrial no apartamento

 

3. Pintura mais fácil

 

Já que a área de aplicação da parede de drywall é bastante lisa, não são necessárias preparações especiais no material para recebimento da pintura.

 

4. Ganho de espaço

 

Pelo fato de a parede de drywall ter uma espessura mais fina que as paredes tradicionais – cerca de 10 cm –, há um ganho de aproximadamente 5% a mais de espaço por cômodo.

 

5. Escolha o seu acabamento

 

Não só a pintura é facilitada na superfície do drywall, como uma grande variedade de acabamentos cai muito bem sobre ele. Pastilhas, ladrilhos hidráulicos, pinturas com texturas, papel de parede, cerâmicas, laminados e madeira são alguns exemplos.

Para garantir a aderência do acabamento, basta fazer o assentamento com massa específica. Se o material for mais pesado, use cantoneiras a fim de distribuir as cargas de maneira homogênea.

 

6. Liberdade para instalar dutos e fazer reparos

 

Não há melhor forma (e mais prática) de proteger dutos, como elétricos, hidráulicos e telefônicos, do que uma parede de drywall.

A instalação de eletrodutos e canos é feita no interior da estrutura do sistema, com fixação a pólvora em tetos ou aparafusamento em perfis de aço. Isso facilita enormemente o momento em que pode ser preciso fazer reparos: é só acessar as instalações, sem necessidade de quebrar a parede inteira.

 

Leia também: 7 arquitetos e paisagistas famosos: a arquitetura valorizando o imóvel 

 

 

E agora, na hora de avaliar seu novo apartamento, vai dar preferência para soluções mais tecnológicas, como o drywall? Os apartamentos do Home Residence, por exemplo, situados na Zona Sul de BH, foram todos projetados e construídos com esse sistema. Acesse o link, conheça mais e conte para a gente o que achou.

    Leave a Comment

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *